Biólogo cearense registra "queda de nuvem" entre Barra da Estiva e Ituaçu

05/11/2018 - 10:30

Por O POVO Online

Biólogo cearense registra
Em vídeos e fotos, o biólogo cearense Caio Brito mostra o movimento de uma névoa na Chapada Diamantina.

Na última sexta-feira (02), um grupo de pesquisadores presenciou uma “nuvem caindo” no interior da Bahia, entre as cidades de Barra da Estiva e Ituaçu. Em vídeos e fotos, o biólogo cearense Caio Brito mostra o movimento de uma névoa na Chapada Diamantina. Ele conta que na parte de cima da chapada, por ser mais fria, a névoa começava a cair. Porém, antes de chegar ao solo ela desaparecia, pois já havia evaporado. Caio diz que o grupo pediu imediatamente para parar quando avistou o fenômeno. “Começaram a gritar para parar o carro. Tiraram muitas fotos”, relembra.

Caio é ornitólogo, que é o biólogo que se dedica ao estudo das aves, buscando a partir de sua distribuição no globo e também das condições climáticas, classificar os animais em espécies, gêneros e famílias. Ele relata que estava acompanhado de um grupo de chineses enquanto realizava o deslocamento de uma cidade a outra para fazer registros do beija-flor-de-gravata-vermelha, espécie rara encontrada apenas no Brasil.