Jânio Quadros

Jânio Quadros

Últimas Notícias


Mais Médicos: brasileiros devem se apresentar a partir de hoje
Foto: Divulgação

Profissionais com registro no Brasil inscritos na segunda chamada do Programa Mais Médicos devem se apresentar a partir de hoje (7) aos municípios. De acordo com o Ministério da Saúde, o prazo vai até a próxima quinta-feira (10).

Médicos que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município onde trabalharia, que fica encarregado de comunicar a desistência ao governo federal.

Segundo o Ministério da Saúde, candidatos que desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. O sistema será atualizado com as vagas disponíveis para os profissionais formados no exterior.

A previsão é que a lista de médicos brasileiros homologados que deram início às atividades seja publicada no próximo dia 14.

MEC tem agora secretarias para alfabetização e escolas militares

Com a posse do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Ricardo Vélez Rodríguez foram feitas, esta semana, mudanças na estrutura do Ministério da Educação (MEC). A pasta passa a contar agora com a Secretaria de Alfabetização, a Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, além de uma Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares.

As novas secretarias e subsecretaria são voltadas principalmente para a educação básica, etapa que compreende desde as creches ao ensino médio e que, segundo Vélez Rodríguez, será prioridade do governo. Para implementar as mudanças nas escolas, o MEC precisará do apoio de estados e municípios, que detêm a maior parte das matrículas.

Presidente da Petrobras nomeia novos diretores para estatal
Foto: Reprodução

O novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, que tomou posse ontem (3), nomeou novos diretores para a estatal. A informação foi divulgada em fato relevante ao mercado nesta sexta-feira (4).

“A Petrobras informa que seu presidente, Roberto da Cunha Castello Branco, indicou para as diretorias executivas de Refino e Gás Natural, Anelise Quintão Lara, e de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão, Lauro Cotta. Adicionalmente, o presidente indicou Rudimar Andreis Lorenzatto para a diretoria executiva de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia”.

A nota também informa a dispensa de Hugo Repsold Júnior, que atualmente ocupa a diretoria executiva de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia, que será encaminhada à aprovação do Conselho de Administração da Petrobras.

Ler texto completo
Grave acidente entre carreta e micro-ônibus deixa pelo menos seis mortos e 23 feridos em Seabra
Foto: Reprodução | Nilson Santos

Uma grave batida entre uma carreta e um micro-ônibus deixou ao menos seis mortos e 23 feridos na BR-242, no perímetro urbano da cidade de Seabra, região da Chapada Diamantina, na Bahia. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Conforme informou a PRF, outros dois veículos de passeio foram atingidos pelo caminhão, que não conseguiu parar após bater no micro-ônibus. A polícia disse que o micro-ônibus saiu de Goiás com destino a cidade baiana de Senhor do Bonfim.

De acordo com a polícia, o acidente ocorreu por volta 9h, na entrada da cidade. À Polícia Civil, testemunhas relataram que a carreta perdeu o freio e acabou colidindo no ônibus. Entretanto, a polícia ressaltou que as causas do acidente só poderão ser apontadas quando houver perícia. Equipes da polícia técnica foram encaminhadas ao local.

Por conta do acidente, os veículos ficaram destruídos. O micro-ônibus perdeu o teto com a força da batida e o caminhão ficou sem a cabine. Os objetos dos passageiros ficaram espalhados pela rodovia, assim como as sacas de floco de milho que eram transportadas na carreta.

Tanto o motorista da carreta quanto do micro-ônibus sobreviveram. Eles e os demais feridos foram encaminhados para o Hospital Regional da Chapada, também em Seabra. Não há informações sobre o estado de saúde deles.

A Polícia Civil informou que os corpos dos mortos devem ser encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Irecê.

Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019
Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto em que estabelece que o salário mínimo passará de R$ 954 para R$ 998 este ano. O valor já está em vigor a partir de hoje (1º). Foi o primeiro decreto assinado por Bolsonaro, que tomou posse nesta terça-feira. 

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, assinado por Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários. O mínimo é corrigido pela inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) dos dois anos anteriores.

Jair Bolsonaro editou uma medida provisória que estabelece a organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos ministérios. Em outro decreto, o governo altera a organização das entidades da administração pública federal indireta. Foram publicados também os decretos de nomeação dos novos ministros.