Últimas Notícias

Sebastião Laranjeiras

Sebastião Laranjeiras


Em projeto confuso, Câmara de Vereadores de Sebastião Laranjeiras aprova taxa de Iluminação Pública e revolta moradores



30/11/2018 - 15:30

Por

Em projeto confuso, Câmara de Vereadores de Sebastião Laranjeiras aprova taxa de Iluminação Pública e revolta moradores
Foto: Informe Sebastião Laranjeiras

A População de Sebastião Laranjeiras e grande parte da zona rural do município agora terão que pagar taxa de iluminação pública. O projeto do poder executivo, enviado a câmara pelo prefeito Elton Oreia foi aprovado pela maioria dos vereadores, contando apenas com um voto contra, do vereador conhecido como Pingo e uma abstenção do vereador Neguinho de Piranhas. De acordo alguns vereadores e populares, o projeto que prevê uma taxa de 7,5% na conta de luz para gastos com iluminação pública já vem sendo discutido ha algum tempo, mas só agora foi aprovado pela casa. A questão que levantou questionamentos em algumas pessoas presente na sessão do último dia (13), é que o referido projeto foi votado de forma rápida e confusa, dando a impressão de que os vereadores queriam de alguma forma, fugir da responsabilidade, sem encarar a população. De acordo um morador, que não quis se identificar, havia outro projeto envolvendo questões dos taxistas da cidade, e ambos os materiais foram colocados em uma só votação, ou seja, havia apenas um parágrafo para votação de dois projetos totalmente diferentes. A situação causou estranheza em alguns vereadores de oposição e deu início a uma discussão. Após questionamentos, a base aliada do prefeito justificou a votação “embolada” e disse que separaria os projetos posteriormente.

Em projeto confuso, Câmara de Vereadores de Sebastião Laranjeiras aprova taxa de Iluminação Pública e revolta moradores
Foto: Reprodução | Redes Sociais

Resultado disso é que os moradores agora pagarão uma taxa de iluminação, nas quais muita gente se quer usufrui, e que apenas uma semana após a aprovação já estava sendo vigorada.

Vale lembrar que os povoados maiores, com mais estruturas físicas e populacionais também serão enquadrados no projeto, devido a leis de delimitações feitas pela Ex-Prefeita Luciana Muniz, na qual considera localidades como Mandiroba, Núcleo III, Piranhas, Mato Grosso e várias outras como perímetro urbano.

Nas redes sociais, alguns moradores do distrito de Mandiroba afirmaram já estarem pagando a taxa e disseram que não há informações sobre nenhum convênio firmado com a Coelba. “Os portes aqui em Mandiroba ficam 24 horas com as lâmpadas acesas e nenhum vereador toma nenhuma atitude, tá faltando algum reparo pq antes as luzes acendiam as 18:00 hrs e as 6:00 da manhã desligavam”. Disse outro morador.

Nossa redação está aberta a esclarecimentos de ambas as partes.

Sebastião Laranjeiras
Taxa
Iluminação pública
Moradores
Zona Rural
Câmara de vereadores
vereadores
Projeto
Discussão

Comentários

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie aqui.