Tanhaçu

Tanhaçu

Últimas Notícias

Presidente da Câmara de Ituaçu entra com pedido de embargo contra decisão judicial que determina abertura de CPI contra Phellipe Brito

O presidente da Câmara de Ituaçu, José Cesar de Wanderley Neto, entrou com um pedido de Embargo contra da decisão judicial que o obriga a abrir uma CPI para investigar supostas irregularidades cometidas pelo prefeito Phellipe Brito, sob pena de ser multado em até R$ 20 mil em caso de descumprimento.
O Juiz. Dr. Anderson Vinícius Gomes Nogueira, em decisão de Mandado de Segurança impetrado pelo vereador Márcio Aparecido “Marcinho de Noé”, determinou no dia (14), que o presidente da Câmara de Vereadores de Ituaçu  José César  “César do Povo”,  abrisse imediatamente a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o atual prefeito Phellipe Brito. Na decisão o juiz determinou multa diária de R$ 1.000,00 podendo a chegar a R$ 20 mil em caso de descumprimento. O pedido de Embargo foi feito na última segunda-feira (20), pela assessoria jurídica da Câmara de Ituaçu.

Major PM Leila realiza sua primeira visita institucional à 20ª  COORPIN

A Comandante da 34ª CIPM, Major PM Leila, esteve presente na Sede da 20ª COORPIN/Brumado realizando sua 1ª visita Institucional como comandante recém empossada na função. Na ocasião foi recebida pelo Coordenador da Unidade, o Dr. Arilano Botelho e pelo Delegado titular, Dr. Paulo Henrique de Oliveira.

O encontro objetiva a aproximação e interação entre a Polícia Militar e a Polícia Civil com a finalidade de alcançar a prestação de um serviço de segurança pública eficaz e eficiente com a garantia da manutenção da integridade e da dignidade da pessoa humana à toda a sociedade Brumadense e da região circunvizinha.

BAHIA RECEBE 310.050 DOSES DE VACINAS CONTRA COVID-19 NA MANHÃ DESTA SEGUNDA-FEIRA

A Bahia recebe mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira (13). Um voo comercial com pouso estimado para 9h35, no aeroporto de Salvador, trará uma remessa com 310.050 doses de Pfizer/BioNTech.

Com esta nova carga, a Bahia chegará ao total de 17.683.468 doses de vacinas recebidas, sendo 6.653.518 da Sinovac/Coronavac; 6.751.580 da Oxford/AstraZeneca; 4.017.270 da Pfizer e 261.100 da Janssen.

BRASÍLIA: PREFEITO DE BRUMADO BUSCA REVISÃO DO CÓDIGO DE MINERAÇÃO E R$ 84 MILHÕES PODEM SER RESTITUÍDOS AO MUNICÍPIO

Em Brasília, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos e sua equipe administrativa se reuniram com a deputada Greyce Elias (Avante-MG), relatora do Grupo de Trabalho (GT) para rever o Código de Mineração (Decreto-Lei 227/67). Na oportunidade, o prefeito recebeu a sinalização de que o Município de Brumado tem direito a R$ 84 milhões devido à exploração mineral na cidade ao longo dos últimos anos. Presente na reunião, o deputado João Carlos Bacelar garantiu que envidará todos os esforços para que o dinheiro seja aplicado na atual gestão e revertido em prol da população de Brumado. Satisfeito com a representação do deputado, o prefeito declarou que “agora chegou a vez de Brumado”.

CIB aprova vacinação contra Covid-19 de jovens de 12 a 17 anos e 3ª dose para grupos prioritários
Foto: Rede Informe

Em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada nA sexta-feira (27), foi aprovada a inclusão de jovens com idade de 12 a 17 anos sem comorbidade na vacinação contra Covid-19, de forma escalonada. Foi decidida ainda a antecipação da dose de reforço (3ª dose) para idosos de 80 anos ou mais; idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPI); imunossuprimidos; e profissionais de saúde ativos da linha de frente, com idade acima de 60 anos.

“A antecipação da 3ª dose para esses grupos prioritários tem o objetivo de conter o avanço da variante Delta, identificada pelo Lacen-BA (Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia), através de sequenciamento genético. Será realizado ainda o rastreamento por meio de teste de antígeno e RT-PCR nas regiões onde foram detectadas as variantes, e todos os pacientes internados nas UTIs terão amostras colhidas e sequenciadas”, explica a secretária estadual da Saúde em exercício, Tereza Paim.

De acordo com a decisão da CIB, as doses de reforço devem ser aplicadas com intervalo mínimo de seis meses em relação à última dose, no caso de idosos, pessoas institucionalizadas e profissionais de saúde. Já para pessoas imunossuprimidas, a 3ª dose deve ser aplicada com intervalo de 28 dias em relação à última dose. A imunização deverá ser feita, preferencialmente, com a vacina da Pfizer ou, de maneira alternativa, com Janssen ou AstraZeneca.

No escalonamento por idade, apenas os municípios que já alcançaram a vacinação de pessoas com 18 anos poderão avançar para a faixa etária de 17 a 12 anos sem comorbidades, de forma escalonada. Para este grupo, a vacinação deverá acontecer, obrigatoriamente, com o imunizante da Pfizer.